Hoje começa o Restaurant Week! (1 de 13)

Hoje começa a 4ª. edição do Restaurante Week, que vai até o dia 30 de janeiro e conta com 65 restaurantes participantes.

A proposta do festival é a de democratizar a alta gastronomia, na forma de refeições completas (entrada + prato principal + sobremesa) por preços fixos: R$29 no almoço, R$39 no jantar + R$1 para a fundação Nosso Lar.

Essa semana, publicaremos todos os restaurantes participantes e seus cardápios. Então, vá anotando seus preferidos e aproveitei!

4 Doze Bistrô

Almoço

Entrada
Carpaccio de legumes marinado no azeite de pistache com enoura, abobrinha e berinjela cortados em finas fatias.

Prato principal
Risoto de carne seca com abóbora.

Sobremesa
Creme de manga coberto com coulis de morango.

Jantar

Entrada
Salada de cuscuz marroquino: pepino, cebola roxa e tomate seco ao molho cítrico.

Prato principal
Fettuccine ao molho branco com lascas de salmão, limão e endro dil.

Sobremesa
Creme de banana com amarula e chocolate, coberto com praline de castanhas do Pará.

Foto: Gustavo Gracindo

4Doze Bistrô
CLS 412 bloco C loja loja 3, Asa Sul
(61) 3345-4351
de terça a sexta das 12 s 15h e das 18 0h, sábado das 12 1h e domingo das 12 0h

Alice Brasserie

Almoço

Entrada
Salada verde com manfa, croutons e vinagre francês.

Prato principal
Opção 1: Escalopes de Poulet la Dijonnaise: escalopes de peito de frango ao molho de mostarda de Dijon, com arroz dourado com açafrão e cenouras.
Opção 2: Penne Ratatouille: massa com cubos de berinjela, abobrinha, manjericão, tomate, parmesão, azeite de oliva e ervas frescas da horta.

Sobremesa
Pudim de claras sobre creme inglês de baunilha.

Jantar

Entrada
A mesma do almoço.

Prato principal
Opção 1: Coq au Vin sobrecoxas de frango cozidas em vinho tinto, pequenas cebolas caramelizadas e croûtons, com purê de batatas com açafrão.
Opção 1: Penne ao molho de cogumelos secos (funghi), carne picadinha flambada com conhaque, parmesão e ervas frescas.

Sobremesa
Pêche Melba Escoffier 1892: tradicional sobremesa francesa base de sorvete de creme, caldas de frutas vermelhas, pêssego em calda e chantilly.

Foto: Gustavo Gracindo

Alice Brasserie
SHIS QI 17 Comércio Local bloco F loja 201, Edifício Fashion Park, Lago Sul.
(61) 3248-7743
terça a sexta das 12 s 15h e das 19h30 0h, sábado das 12 s 16h e das 19h30 a 0h e domingo das 12 s 16h
Chef: Alice Mesquita

Babel Restaurante

Almoço

Entrada
Opção 1: Carpaccio de tomate as pesto: rodelas de tomate cobertas com molho pesto de manjericão, parmesão e amendoim triturado.
Opção 2: Salada verde com vinagrete de maracujá e crisp de harumaki: salada de alface americana rasgada com jullienes de cenoura e repolho roxo, vinagrete de maracujá e crocantes de harumaki temperado (massa de rolinho primavera).

Prato principal
Opção 1: Risoto de charque, jerimum e pimenta-de-cheiro.
Opção 2: Pasta Camorra: penne, salmão, zucchini e béchamel de limão siciliano.

Sobremesa
Opção 1: Sorvete de canela com farofinha de Neston.
Opção 2: Mineirin na praia: fatia de goiabada encapotada com xerém de castanha-de-cajú e calda cremosa de requeijão.

Jantar

Entrada
A mesma do almoço.

Prato principal
Opção 1: Fornada de bacalhau com crosta de pão e purê de batata.
Opção 2: Risoto de linguiça de cordeiro: linguiça de cordeiro pré-grelhada e cortada, brunoise de cenoura, manteiga de ervas e cobertura de palha de couve-manteiga.

Sobremesa
A mesma do almoço.

Foto: Gustavo Gracindo

Babel Restaurante
CLS 215 bloco A loja 37, Asa Sul
(61) 3345-6042
segunda a sexta das 12 s 14h30 e sábado das 19 s 23h
Chef: William Chen

Barcelona Bar e Restaurante

Jantar

Entrada
Opção 1: Mix de folhas verdes com vinagrete de limão siciliano, nozes e palmito.
Opção 2: Tortillas de papas.
Opção 2: Montaditos: escalivadas, azeitonas temperadas, sardinhas com tomate picante e queijo fresco e tomate com azeite de oliva.
Opção 3: Carpaccio clássico: filé mignon com rúcula, grana padano e molho de mostarda e alcaparra.

Prato Principal
Salomilla la Barcelona: filé em julienne ao molho de vinho tinto e pimenta.
Pescado del Dia: peixe do dia grelhado com “sofrito” e arroz cremoso de limão.

Sobremesa
Arroz con leche ou Mousse de chocolate com pimenta e sorvete de creme.

Foto: Gustavo Gracindo

Barcelona Bar e Restaurante
CLS 206 bloco A loja 06, Asa Sul
(61) 3242-1141
segunda a sábado das 18 s 2h
Chef: Rodrigo Sanchez

Bhumi Cozinha Orgânica e Saudável

Almoço

Entrada
Cestinha de pães integrais, pasta de berinjela orgânica defumada, pasta de grão-de-bico, tahine e pimentões assados.

Prato principal
Risoto integral orgânico, puxado no óleo de coco com curry, acelga e castanha de caju, polpa de coco fresco, acompanha purê rústico de abóbora japonesa e brócolis refogado com alho (orgânico, vegetariano e sem glúten).

Sobremesa
Torta orgânica de banana com aveia, granola, açúcar mascavo e especiarias, regada com mel.

Jantar

Entrada
Sopa de milho cremosa, finalizada com couve picadinha e alho corcante.

Prato principal
Filé de pescada amarela em crosta de grãos (quinoa, linhaça e gergelim), com molho de tomate cereja, azeite extra virgem orgânico e ervas finas, em cama de purê de batata e arroz integral.

Sobremesa
Mousse de iogurte natural com granola.

Foto: Gustavo Gracindo

Bhumi Cozinha Orgânica e Saudável
CLS 113 bloco D loja 33, Asa Sul
(61) 3345-0046
segunda a sexta das 10 s 22h30, sábado das 8 s 22h30 e domingo das 8 s 16h

Se eu tivesse que escolher…

Dentre essas opções, minha preferida é a Alice Brasserie. A entrada não é tão inspiradora assim, mas Coq au Vin e, de sobremesa, Pêche Melba Escoffier, parecem bons demais. Quero!

Vivenda do Camarão

Quando estou no Taguatinga Shopping, a Vivenda do Camarão costuma ser minha opção de frutos do mar. Geralmente não tem fila e as comidas valem o que custam.

Meu pedido

Escolhi um risoto de camarão e um H2OH de maçã com limão.

Tempo de espera: 18 minutos (na minha opinião, para uma comida de shopping, demorou demais).

Cardápio da Vivenda do Camarão

O risoto, apesar de bem diferente da foto do cardápio, estava tão bom que até diminiu minha irritação pela demora. O arroz estava quentinho e o tempero, ótimo.

Contudo, descobri, da pior forma possível (mastigando), que havia champignon. No cardápio, dizia “especiarias” e eu jamais imaginaria que fungos se encaixariam nessa categoria. Tive muito trabalho para separar os clandestinos e mastiguei alguns sem querer, o que me deixou bastante infeliz.

Risoto de Camarão

De qualquer forma, a Vivenda do Camarão, apesar dos contratempos, continua na minha lista de opções.

Minha conta

R$18,90

Onde fica?

Vivenda do Camarão
Taguatinga Shopping
(tem também no Brasília Shopping, Shopping Boulevard, Pátio Brasil e Conjunto Nacional)
0800-129333
das 10 s 22h (domingo a partir das 12h)

Já foi lá? O que achou?

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 5.3/10 (8 votes cast)

Casa do Pão de Queijo

Como o ar condicionado do Kinoplex estava na potência máxima e a sala de cinema, com sensação térmica do Pólo Norte, saímos do filme e fomos direto para a Praça de Alimentação, em busca de um chocolate quente. O primeiro que encontramos foi o da Casa do Pão de Queijo.

Nosso pedido

Sem pestanejar, pedimos dois chocolates quentes com chantili e um panini.

Tempo de espera: 10 minutos, pois não tinha xícara (vai entender…).

Os chocolates estavam muito bons e o chantili, delicioso! Significa muita coisa se eu disser que foi o melhor chantili que já experimentei? Significa mais se eu disser que já experimentei vários, em quatro continentes diferentes? Não significada nada? Tudo bem, é só minha opinião mesmo… Mas que estava bom, estava!

Chocolate quente grande com chantili

E o Panini (pão com queijo e presunto), com massa folheada, apesar de ter menos presunto do que a foto mostrava, também estava uma delícia.

Panini

Quanto ao atendimento, padrão – mas teria sido melhor se não tivessem deixado faltarem xícaras.

Onde fica?

Casa do Pão de Queijo
Park Shopping
(tem também no Aeroporto, no Gilberto Salomão, no Brasília Shoppping, no Terraço Shopping, no Pátio Brasil, no Extra da Asa Norte)
(61) 3448-3300
das 10 s 22h (domingo a partir das 12h)

Nossa conta

R$12,90
(R$6,45 por pessoa)

Já foi lá? O que achou?

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 6.6/10 (11 votes cast)

Chez Michou Crêperie

O primeiro Chez Michou foi inaugurado em Búzios, aberto por empresários belgas e argentinos, e chegou a Brasília na forma de uma franquia bem menor e mais modesta.

Quando você olha pela primeira vez, tem a impressão de que o ambiente não é tão acolhedor assim, parece simples e bagunçado demais. Mas, se reparar bem, você vai perceber que é tudo de propósito. A ideia da creperia de Búzios, de ser uma opção de lanche pós-balada, foi adotada pelo Chez Michou de Brasília, que conta com um ambiente descontraído, área externa ampla, mesas e cadeiras de madeira e garçons em trajes despojados.

Escolhemos jantar no Chez Michou por um simples motivo: era domingo noite e todos os outros restaurantes estavam fechados. Ou seja, o Chez Michou nos salvou, já que estávamos com muita fome e 95% do estabelecimentos da cidade já estavam dormindo. Nesse dia, tivemos a companhia da Helene e do Luiz.

Nosso pedido

Pedimos os crepes Dudu, Hawaienne, Camarão com Catupiry e Calabresa. De sobremesa, escolhemos o Brasilienne.

Tempo de espera: 23 minutos.

Crepe Dudu: queijo, frango, milho, espinafre e molho branco

O Crepe Dudu (queijo, frango, milho, espinafre e molho branco) estava muito bom. O Hawaienne (queijo, frango, abacaxi e banana) também estava bom, mas o Victor achou seco demais – ele até tentou trocar o queijo por catupiry, mas o garçom disse que só poderia fazer isso mediante pagamento do item adicional. Segundo o Luiz, o crepe de calabresa estava ok. E, segundo a Helene, o de camarão estava muito gostoso, apesar do molho espesso, que a deixou satisfeita já na terceira garfada.

Hawaienne: sorvetes de creme, chocolate branco e flocos

A sobremesa, por sua vez, estava ótima! O Brasilienne é gigante: nós quatro comemos e ficamos satisfeitos.

Para beber, pedimos um suco de manga (muito bom!) e dois refrigerantes (um de máquina e um de latinha).

E o atendimento, hmm, foi satisfatório.

A creperia Chez Michou não foi desenhada para ser gourmet nem nada disso, então não tem como compará-la com outras creperias. Na verdade, é exatamente esse seu diferencial: é um lugar descontraído, com crepes bons e preço baixo.

Nossa conta

R$87,12
(R$21,78 por pessoa)

Onde fica?

Chez Michou Crêperie
CLN 207 bloco A loja 30, Asa Norte
(61) 3036-6161
das 12 s 2h (não abre na segunda-feira)
serviço: área para fumantes

Outra opção na 207 norte: Choperia Maracanã

Já foi lá? O que achou?

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 8.1/10 (14 votes cast)

Quadra sorteada: 302 norte

A quadra sorteada essa semana foi a 302 norte. Apesar de as opções não serem lá tão empolgantes, regras são regras e vamos segui-las. A parte divertida é: eu não como carne e o Victor não come salada. Ou seja, acompanharemos, hesitante e ansiosamente, as votações.

Natutal Green’s

Comida natural
Ver cardápio

website
bloco B

Cassimiro Bar e Restaurante

Bares e música ao vivo
cardápio

website
bloco D

Picanhas do Sul

Bares e música ao vivo
cardápio
website

Em qual restaurante da 302 norte nós vamos?

  • Natural Green's (48%, 15 Votes)
  • Picanhas do Sul (35%, 11 Votes)
  • Cassimiro Bar e Restaurante (16%, 5 Votes)

Total Voters: 31

Carregando ... Carregando ...

[Fim da enquete: 13/01, s 16h]

Risoto de Cream Cheese e Camarões flambados em Tequila ao Molho de Geleia de Morango

Essa receita foi inspirada pelo prato Camarões Zuu, do restaurante Zuu a.Z. d.Z.

Camarões Zuu

Olá pessoas, meu nome é Ana Paula, formada em gastronomia pelo IESB. Estou muito feliz por poder compartilhar mais essa aventura desse casal show! Obrigada pelo convite!

Neste espaço, criarei receitas que vão desde o couvert sobremesa. Para diversas situações e quantidades de convidados. Todas as receitas serão testadas antes e acompanhadas de fotos e um detalhado passo a passo. Espero que gostem.

Nesse 1º post resolvi colocar a receita de um prato principal, um risotto acompanhado de camarões. Uma refeição para todas as ocasiões, desde um jantar romântico a uma confraternização entre amigos. Baseada no 1º jantar deste casal, sem experimentar nenhum dos pratos citados, bolei esta receita inusitada e com uma sabor incrível.

Ao longo deste desafio espero compartilhar com vocês um pouco do que aprendi. Vamos receita!

Ingredientes

Ingredientes

Para os camarões

650 gramas de camarões médios limpos
4 camarões grandes para decoração
2 dentes de alho
20ml de azeite de oliva
Pimenta do reino moída gosto
½ taça de tequila

Para o caldo

2 litros de água fria
2 tabletes de caldo de legumes
1 cebola grande
1 cenoura média
Cascas e cabeças dos camarões

Geleia de morangos

200 gramas de morangos frescos
Suco de ½ limão
130 gramas de açúcar

Para o risoto

20 gramas de manteiga (1)
1 cebola média cortada em pequenos cubos
350 gramas de arroz Carnaroli
1 taça de vinho branco
1,5 litro de caldo de legumes
100 gramas de Cream cheese
100ml de creme de leite fresco
Queijo parmesão ralado na hora gosto
20 gramas de manteiga (2)

Modo de preparo

Os Camarões

Descasque os camarões médios e limpe-os. Descasque também os camarões grandes, deixando a cauda, e limpe-os. Lave bem as cascas e as cabeças e reserve. Tempere os camarões com os dentes de alho previamente amassados, sal, limão e pimenta gosto. Reserve. Inicie o caldo. Na panela do risoto, coloque o azeite e frite os camarões médios. Flambe com a tequila e reserve. Faça o mesmo com os camarões grandes.

Na panela do risoto, coloque o azeite e frite os camarões médios

O caldo

Descasque e corte a cenoura em rodelas grossas. Descasque e corte a cebola em quartos. Em uma panela grande, coloque uma colher de sopa de azeite e frite as cascas e cabeças dos camarões. Acrescente a cebola e a cenoura e frite mais um pouco. Acrescente a água fria e os tabletes de caldo de legumes. Deixe ferver por 1 hora. Mantenha quente.

A geleia

Em uma panela, coloque todos os ingredientes e deixe ferver em fogo baixo por 10 minutos, mexendo de vez em quando. Pincele no prato que for servir o risoto.

Coloque os morangos, o limão e o açúcar e deixe ferver

O risotto

Na mesma panela que fritou os camarões, coloque a manteiga (1) e a cebola. Frite um pouco, sem pegar cor, apenas para suar. Acrescente o arroz e frite até ficar translúcido. Acrescente o vinho e deixe evaporar. Vá acrescentando o caldo, concha a concha, até que o arroz fique cozido “al dent” (o que leva cerca de 20 minutos). Acrescente o creme de leite fresco, os camarões médios e o cream cheese e desligue o fogo. Acrescente a manteiga (2) e o queijo ralado.

Cozinhe o arroz e, depois, acrescente o molho e os camarões

 

Sirva num prato decorado com a geleia e, em volta do risoto, coloque um camarões grandes.

Prato inspirado no Camarões Zuu, por Ana Paula Passos

 

Rendimento

4 porções

Custo total

R$100
(R$25 por pessoa)

Fornecedores

Os camarões frescos podem ser encontrados na Feira do Guará. Lá, o quilo do camarão médio custa R$45 e o do camarão grande, R$89.

Gula Gelada

Gula Gelada é a típica sorveteria de shopping. Ela está lá, você está e, quando a vontade de sorvete bate, não restam outras opções.

O sorvete tem gosto de leite, os atendentes são pouco expressivos, as “farofinhas” são as de sempre e a máquina de cartão insiste em quebrar, só para você pagar em dinheiro, certo? Hmm, não necessariamente. Da última vez, tive uma experiência um pouco diferente.

Baunilha e papaia com cassis

Olhando pela vitrine, vi que tinha papaia com cassis (que não é um sabor tão raro quanto manteiga de nozes, mas também não é encontrado em todo lugar) e baunilha. Isso, baunilha! Não creme. Bau-ni-lha! Fiquei tão empolgada que não resisti s calorias a mais.

Peguei uma bola de sorvete de cada sabor e o gosto estava ótimo! Não era lá um Bertillon parisiense, mas era um bom gula-gelada candango. E, juntando isso ao fato de ter sido mal atendida numa sorveteria concorrente, estou muito mais amistosa com a empresa.

Quanto aos atendentes e s farofinhas, nenhuma novidade. Mas a maquininha de cartão, pelo menos, funcionou.

[Devo voltar lá qualquer dia, para um segundo round.]

Minha conta

R$8
(duas bolas de sorvete)

Onde fica?

Gula Gelada
Alameda Shopping
(tem também no Brasília Shopping, no Park Shopping, no Pátio Brasil e no Pier 21)

Já foi lá? O que achou?

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 6.2/10 (6 votes cast)

Sushiloko

O Sushiloko, made in Brasília, foi inaugurado em 2007, tem quatro lojas (até agora) e oferece comida oriental num ambiente descolado e moderninho. Apesar de dividir a quadra com o Kojima, bem mais imponente e sofisticado, consegue destaque, pois sua proposta, quase fast food, o diferencia.

O cardápio oferece opções de petisco (rolinho, bolinho de salmão, camarão ao alho e óleo etc.), roll, nigui, sushi, sashimi, temaki e yakisoba. O que chama a atenção, porém, são os combos, perfeitos para quem gosta de variedade e preço baixo. Eles têm, em média, 18 itens e custam R$16,90.

Contudo, apesar do cardápio bastante variado, sentimos falta de yakisoba de carne, já que são oferecidas apenas as opções de vegetais, frango e carmarão.

Nosso pedido

Pedimos um rolinho de camarão cremoso, um rolinho de queijo, um yakisoba de frango e o combo 3 (6 sashimis de salmão, 6 hot philadelphia, 4 rolls simples de salmão, 2 niguis de camarão e 4 rolls de salmão com cream cheese).

Tempo de espera: 17 minutos

Combo 3: 6 sashimis, 6 hot philadelphia, 4 rolls simples, 2 niguis e 4 rolls de salmão com cream cheese

O rolinho de camarão estava muito bom, mas eu adoraria se estivesse um pouquinho mais quente; o de queijo estava médio, pois, apesar de a massa estar gostosa e crocante, o queijo estava sem gosto); o yakisoba estava apenas bom, já que o molho estava líquido demais, parecendo uma sopa (o frango, por outro lado, estava delicious!); e o combo 3 estava perfeito, especialmente os sashimis e os niguis de camarão.

Yakisoba de frango

Para beber, escolhemos um suco de polpa de manga, que estava meio verde (mal de usar polpa: é sempre imprevisível), e um refrigerante.

Quanto ao atendimento, foi satisfatório. A única coisa que o Victor não gostou foi de, na hora do conta, ficarmos esperando e, só depois de alguns minutos, descobrirmos, por conta própria, que o pagamento deveria ser realizado no caixa (ninguém nos avisou).

Para resumir, na minha opinião, a missão de “encantar os clientes com um atendimento excepcional, excelente comida e a um preço justo” ainda não está sendo cumprida risca, mas o Sushiloko está, sem dúvida, no caminho certo.

Nossa conta

R$52,80
(R$26,40 por pessoa)

Informações extra

O Sushiloko está realizando o Festival Hot’n Roll, que funciona assim: você come quantos hots e rolls aguentar por R$25,90, até s 17h, ou R$28,90, a partir das 17h.

Onde fica?

Sushiloko
CLS 406 bloco B loja 9, Asa Sul
(tem também no Deck Brasil, no Deck Norte e em Águas Claras – Av. Araucárias)
(61) 3242-6123
das 11 s 23h30 (domingo a quinta) e das 11 s 0h30 (sexta e sábado)
*O Festival Hot’n Roll acaba 30 minutos antes do fechamento da loja

Outras opções na 406 sul: Kojima, Frederic Chopin

Já foi lá? O que achou?

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 5.6/10 (9 votes cast)

Yan Ping

Sabe quando você está andando no shopping, na hora do almoço, e bate aquela vontade de comer… comida chinesa?! Pois é, eu sofro desse mal, sendo que meu último surto foi esses dias, no Alameda Shopping. Apesar de a praça de alimentação ser pequena, há duas opções de comida oriental: Grande Muralha e Yan Ping. O Yan Ping foi a bola da vez, simplesmente porque é por quilo e eu queria agilidade, já que a fome me consumia.

O Yan Ping é bonitinho e a comida, pelo menos visualmente, agrada. O “cardápio” é basicamente oriental (tem yakisoba, frango xadrez, frango agridoce, sushi, sashimi, temaki, entre outros), mas também inclui opções ocidentais. Eu experimentei de tudo, do filé de salmão ao sashimi. O Victor, por sua vez, não sendo grande amante de comida chinesa e (muito menos) de comida japonesa, escolheu pastel e batata frita.

Prato do Yan Ping

A comida é bonita e parece ser muito bem feita, mas, na minha opinião, o sabor não justifica o preço (o valor do quilo é R$45,90). Além disso, pelo menos enquanto estivemos lá, a TV (logo acima da nossa mesa) ficou ligada no show do Calypso em Pernambuco, o que tornou o almoço bastante sofrido – mas, admito, poderíamos ter trocado de lugar, se quiséssemos. Descobrimos, depois, que o Yan Ping é de origem nordestina, o que pode explicar (mas não justificar) a programação.

Quanto ao atendimento, foi ótimo. Mas, mesmo assim, o restaurante nunca vai estar no topo da minha lista. De qualquer forma, se a vontade de comida chinesa aparecer novamente e eu estiver no Alameda Shopping, corro para lá.

Nossa conta

R$26,32
(R$13,16 por pessoa)

Onde fica?

Yan Ping
Alameda Shopping
(tem também no Pier 21)

Já foi lá? O que achou?

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 5.9/10 (15 votes cast)

Zuu a.Z. d.Z.

Como os irmãos Zuu e Universal (filhos de Mara Alcamin) empataram na última votação, coube a nós escolher um deles – e o felizardo foi o Zuu! Isso porque… bem, o Universal é o Universal, e não faltarão oportunidades de jantar lá. O Zuu, por outro lado, faz bem menos o nosso estilo, por ser mais sério (e caro). Se não fosse dessa vez, provavelmente não voltaríamos lá.

Visitamos o Zuu pela primeira (e única) vez há uns três anos, num almoço. Apesar de, naquela época, a comida não ter impressionado, gostamos do ambiente e do atendimento. E, nessa nossa nova experiência, estabelecemos um padrão – nossas opiniões foram bastante parecidas.

Apesar de ser uma noite de terça-feira, liguei para reservar, just in case. Chegamos lá s 21h e o restaurante estava vazio – literalmente – e assim permaneceu até as 23h, quando fomos embora. Ou seja, tivemos um jantar VIP, com direito a um silêncio constrangedor e a seis garçons por nossa conta (de olho em nós do início ao fim da refeição). Apesar do desconforto inicial, conseguimos relaxar – o bastante para tirar fotos (com flash) de cada prato.

Nosso pedido

Escolhemos entrada (na verdade, cortesia da casa), couvert, Camarões Zuu (prato principal), Textura de Pato (prato principal), Torrija (sobremesa), um Cosmopolitan (drinque), um Schweppes Citrus e uma água.

Tempo de espera (pratos principais): 15 minutos.

A entrada foi o destaque da noite. Até hoje me pergunto, como uma torrada com cream cheese pode ser tão boa? – o Victor comentou que voltaria ao Zuu só para pedir a entrada novamente. Então, fica a dica, não deixem de experimentar!

No couvert, comemos pãezinhos ciabata, bolinhos de arroz e breadsticks, acompanhados por manteiga com ervas e dois tipos de azeite (pedimos sem o foie gras que fazia parte). Tudo estava delicioso, mas eu sou suspeita de falar, pois amo o ciabata e a manteiga com ervas* da Mara Alcamin.

Torrada + cream cheese, pão ciabata e bolinho de arroz

O Camarões Zuu (camarões acompanhados de risoto de cheesecake, reduzido no limão siciliano) também estava muito bom. O sabor do risoto não me lembrava em nada os vários cheesescakes que já experimentei ao longo da minha vida, mas estava gostoso e é isso que importa, certo?

Camarões Zuu: camarões acompanhados de risoto de cheese cake, reduzido no limão siciliano

O Textura de Pato (magret de pato, acompanhado de risoto de laranja e toast de foie gras) foi levemente modificado: o Victor pediu o pato bem passado e trocou o toast de foie gras por manteiga de vinho. Segundo ele, estava tudo excelente, inclusive o ponto da carne. Eu experimentei a manteiga de vinho* e me apaixonei!

Textura de Pato: magret de pato, acompanhado de risoto de laranja e toast de fois grass

A sobremesa escolhida foi a Torrija (pão de leite marinado na fava de baunilha, com sorvete de chocolate belga). Já sabíamos que não seria a melhor-coisa-que-já-tínhamos-provado, pois pão de leite não está na nossa lista de sobremesas mais gostosas do mundo. Nossa escolha foi diretamente influenciada pela falta de opções que nos agradassem mais no cardápio. Se servir de consolo, o sorvete estava bom.

Torrija: pão de leite marinado na fava de baunilha, com sorvete de chocolate belga

As bebidas estavam ótimas e, quanto ao atendimento, irretocável. Num determinado momento, pensei em pedir água e, quando levantei a cabeça, o garçom já estava ao meu lado, com a garrafa na mão (sim, ele LEU meus pensamentos). Depois dessa (e considerando nossa experiência anterior), nunca vi atendimento melhor.

* As manteigas de ervas e de vinho podem ser compradas na Quitinete, empório-café-restaurante-padaria da mesma dona, na 209 sul.

Nossa conta

R$257,73
(R$128,87 por pessoa)

Onde fica?

Zuu a.Z. d.Z.
SCLS 210 bloco C loja 38
(61) 3244-1039
das 12 s 15h e das 19 1h (não abre aos domingos)
48 lugares

Outras opções na 210 sul: Crepe au Chocolat, Giraffas, Marietta, Sorbê, Universal Diner e Vila Imperial.

Já foi lá? O que achou?

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 7.3/10 (6 votes cast)

© Devorando Brasília 2011 | por Stella Alves e Ana Paula Passos