Babel

 

Fomos convidados para o jantar de reabertura do Babel. Desde 2003 estava sob o comando do chef William Chen Yen e a partir de março passou para o Chef Brasiliense Diego Koppe. O restaurante foi totalmente reformado. Do cardápio cozinha. E estivemos lá para conferir!

Assim que chegamos fomos recebidos pelo simpático e muito atencioso, Juan, o assessor de imprensa do Chef. Ficamos numa mesa em frente a porta, o que nos deu visão geral da casa. Muito bonita por sinal. Um lugar bem elegante, intimista e super aconchegante.

foto: Guilherme Teixeira

Fomos recepcionados com uma taça de espumante, um Pericó Brut Branco, Santa Catarina-Brasil. Logo veio o Couvert, em dias normais de funcionamento é por conta da casa, assim com uma jarra d’água. Uma delicadeza com o cliente.

O couvert estava delicioso, apesar de achar que a manteiga de ervas poderia ter mais sabor.

Logo depois veio o primeiro Amuse-Bouche, algo para “entreter” a boca, preparando o paladar para o próximo prato. Uma lula com aspargos ao molho branco com vinho. Delicious!!!! A lula estava perfeita, super macia.

Amuse-Bouche: Lula com aspargos

O paladar ficou de fato preparado para o prato seguinte, o carpaccio Babel, um carpaccio de camarões e polvo. Foi harmonizado com o vinho branco chileno La Joya Gewürztraminer, 2009. Neste prato entrou a cozinha molecular. Os camarões e polvo unidos como se fossem uma carne só, graças Transglutaminase que tem o poder de juntar e não mais descolar carnes mesmo depois de congeladas e/ou cozidas. Por cima um molho maravilhoso de camarões rosa e finalizado com tiras de gelatina de Martini feitas com agar-agar. Ousado e incrível.

Carpaccio Babel

Após a entrada novamente um Amuse-Bouche. Desta vez um creme de abóbora com um toque de balsâmico. Super suave, cremoso e muito bom! Deu vontade de repetir!

Creme de abóbora

Então, chegou a hora do principal: o Double Cotte. Um medalhão de filet mignon envolto em pancetta servido ao molho de vinho tinto, batatas assadas aromatizadas com alecrim e por cima flor de sal e ovo poché. O medalhão estava divino e o ponto estava perfeito. A batata estaria mais gostosa se tivesse mais manteiga e sal. O prato foi harmonizado com o tinto Valpolicella Classico Superiore DOC, 2006.

Double Cotte

Bem, como a Stella não gosta de carne conversamos com o Juan que prontamente conduziu o Chef nossa mesa. O Chef deu várias sugestões. Ponto para eles! E no lugar do filet mignon veio um Atum ao molho de laranjas bem intrigante.

Após as surpresas e mimos chegou a hora da sobremesa, ops! mas antes o Amuse Bouche da sobremesa. Um creme azedo com redução de vinho tinto e raspas de laranja. Hummmm muito muito bom!

 

Redução de vinho e creme azedo

A sobremesa foi feita ao vivo e é assim que o Chef continuará fazendo. Uma forma de estar perto do cliente. Koppe Nitro, Uvas congeladas no nitrogênio servidas ao creme de vinho branco. Bem diferente e maravilhosa. Amamos uvas geladas!!!

A sobremesa foi harmonizada com o estupendo vinho Húngaro Tokaji Aszú Puttonyos, 2000.

Após a sobremesa ainda ganhamos uma trufa de comer de joelhos. Eu que não sou muito fã do doce, amei!

 

Trufa

Pedimos o café para encerrar e veio outra surpresa. Não é uma graça? Amei todo o cuidado e atenção que o Chef teve em preparar tudo… Espero que continue assim! Os clientes amam ser mimados e o Babel está aí para isso!

 

Café e petit four

O restaurante também faz porções reduzidas e não cobra rolha! Claro, desde que não tenha o vinho em sua carta. Tem opções para celíacos, diabéticos e vegetariano. O cardápio é bem honesto e diversificado. Vale a pena conferir!

Os Amuse-Bouches sempre serão servidos antes dos pratos pedidos. O Chef estará sempre pelo salão, a interação com o cliente será grande. O restaurante ficou lindo e o Chef é muito talentoso. Agradecemos o convite, foi uma noite maravilhosa. Gostamos muito e pretendemos voltar!

Onde fica?

Babel
CLS 215 bloco A loja 37
Telefone: (61) 3345-6042

Já foi? O que achou?

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 8.3/10 (9 votes cast)
Babel, 8.3 out of 10 based on 9 ratings
  • Twitter
  • Facebook
  • RSS
  • email
  • PDF
  • Print

Textos relacionados

16 comments to Babel

Leave a Reply

  

  

  

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

© Devorando Brasília 2011 | por Stella Alves e Ana Paula Passos