Devorando no Jornal de Brasília

Na semana passada (23/06), o Jornal de Brasília publicou uma matéria sobre o devorando. Foi uma noite muito agradável, boa comida e conversa! Adoramos a noite da entrevista e também  o texto.  Obrigada Guilherme e toda a equipe do clica Brasília!

Para ler a matéria clique aqui

Devorando – Jornal de Brasília (pdf)

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: +2 (from 2 votes)

Receita para o dia dos namorados- Prato principal

Filé

Ingredientes

400 gr de filé
20gr de manteiga
Sal a gosto
Pimenta a gosto

Modo de preparo:

Corta os filés em 4 medalhões. Temperar com sal e pimenta. Fritar na manteiga. Reserve a panela para o molho.

Molho

Ingredientes

4 colheres de sopa de Molho shoyo
200ml de Caldo de carne
Água da hidratação do funghi (ver risotto)
1 colher de sopa de Maizena
água
1 colher de chá de açúcar
2 rodelas de gengibre

Modo de preparo

Na mesma frigideira que fritou os filés. Coloque o caldo da hidratação do funghi, o gengibre, o caldo de carne e o shoyo. deixe reduzir � metade. dissolva a maizena em água e acrescente 1 colher de sopa desta mistura para engrossar o molho. sirva por cima do filé.

Caldo de Carne

Ingredientes

1 tablete de caldo de carne
1 cebola pequena cortada ao meio
1,5 litros de água
1 dente de alho
1 cenoura pequena cortada em rodelas
1 talo de alho-porró (só a parte branca)

Modo de preparo

Colocar todos os ingredientes em uma panela e ferver por 30 minutos.

 

Risotto

Ingredientes

200gr de arroz arbório
1 cebola pequena
200ml de vinho branco
25grs de funghi
1 litro de caldo de carne (aproximadamente)

Queijo parmesão
50gr de manteiga

Modo de preparo

Hidratar o funghi em água morna o suficiente para cobrir os cogumelos. Deixar por cerca de 15 min, escorrer. Usar a água da hidratação no molho do filé e picar os cogumelos hidratados e reservar.

Fritar a cebola no azeite, até ficar transaparente. Acrescentar o arroz e fritar mais um pouco. Colocar o vinho branco e deixar ferver até evaporar. acrescente o funghi picado. Acrescente o caldo, concha a concha até que o risotto esteja no ponto desejado. Desligar o fogo e acrescentar o queijo parmesão e a manteiga. Mexer bem. Sirva imediatamente.

 

Receita para o Dia dos Namorados – Sobremesa

Ingredientes

250gr de Chocolate meio amargo
250gr de Creme de leite fresco
75gr de Manteiga
110gr de Claras (aproximadamente 3 claras)
50ml de Baileys ( ou licor de preferência)
110gr de Açúcar refinado

Modo de preparo

Derreta o chocolate com a manteiga em banho-maria. Acrescente o Baileys. Na batedeira, bata as claras em neve com o açúcar. Reserve. Na batedeira, bata o creme de leite fresco até o ponto de chantilly mole.

Na tigela do chocolate é que vai ser feita toda a mistura. Então no chocolate acrescente um pouco do chantily e mexe com uma colher (é melhor que na batedeira, pois, vai ficar mais aerado), delicadamente, com movimentos de baixo para cima. Acrescente as claras e mexa. Misture-os alternadamente, terminando com as claras batidas.

Leve para gelar por cerca de 3 horas. Decore e sirva.


Panelinha

Sabe quando a proposta é incrível, o ambiente é fantástico, o cardápio é interessante, a energia é boa, as ideias são criativas e você se pergunta “como eu nunca ouvi falar desse lugar”? Eu explico: nada é por acaso, tudo tem um motivo para ser exatamente como é.

Experimentamos o Panelinha num curso de gastronomia e a comida estava absurdamente deliciosa, a ponto de eu aceitar perder meus poderes vegan para experimentar, só mais uma vez, aquele escondidinho de filé. Na verdade, eu não sou vegan e o sabor não tinha nada a ver com o filé: foi aquela massa de mandioca, crocante por cima e cremosa por dentro, que me arrebatou, que me fez dizer “ok, eu preciso conhecer esse restaurante”. Mas, quando fui lá…

Nosso pedido

Para começar, foi pedido couvert. Em seguida, o Victor escolheu um picadinho, o Márcio escolheu um frango com mostarda dijon e eu, a Daiana e a Ana Paula escolhemos escondidinhos de bacalhau, filé e camarão, respectivamente. Para beber, água, sucos, refrigerantes e vinho.

Tempo de espera: 15 minutos

O cardápio, apesar de fofo, em formato de panela, era escuro demais e muita gente não conseguiu ler, já que a luz do ambiente é bastante intimista. Também teve quem reclamasse da falta de opções, embora, para mim, parecesse bom.

Gostei do couvert, apesar de só ter beliscado. Mas quem pediu e efetivamente comeu não pareceu tão satisfeito assim – apesar de as pastinhas estarem boas, acho que um pãozinho (macio e, de preferência, quentinho) fez falta.

Quanto ao meu prato, quatro palavras: nada digno de nota. Talvez a expectativa tenha sido grande demais, mas, por mais que eu seja criativa, não sou paranóica: aquele escondidinho não estava tão delicioso quanto o que eu comi no curso. Eu entendo, é um restaurante, não é alta-costura, mas, depois da última garfada, ficou um gostinho inesperado de decepção.

Escondidinho de Bacalhau

Os escondidinhos vieram com arroz, o prato do Márcio com batatas e chutney de manga, e o picadinho do Victor com arroz, farofa, feijão e banana frita. Pelo que fiquei sabendo, os pratos estavam ok, com exceção da batata do Márcio, que estava crua, e do chutney de manga, que tinha síndrome de banana.

Frango com Molho de Mostarda

O destaque, para mim, foi o picadinho do Victor, delicious!

Picadinho

No meio do jantar, uma coisa surpreendeu (assustou, chocou, embasbacou): a coca-cola e o vinho padrão do cardápio (vendido na taça) acabaram. Desculpa o palavrão, mas… wtf?

De qualquer forma, o atendimento foi cordial, rápido e organizado. E a noite, dedicada Confraria do Bem (parte da renda foi doada Chamaeleon), teve uma programação interessante, com sorteios e apresentação de dança.

Resumindo, a experiência foi boa, mas não tanto quanto poderia. Talvez, tendo um pouco mais de cuidado com os pratos e as bebidas, as pessoas comecem a voltar e a recomendar o restaurante, pois, como eu disse, o ambiente e a proposta são excelentes – mas não seguram a onda sozinhos.

Nossa conta

R$218,98
(R$43,79 por pessoa)

Onde fica?

Restaurante Panelinha
SHCN 316 bloco E lojas 18 e 20
(61) 3041-5070
60 lugares

Já foi lá? O que achou?

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 6.9/10 (16 votes cast)

Sugestões para o dia dos namorados

 

O dia dos namorados está chegando e nada mais gostoso que um jantarzinho bem romântico, certo? Neste post vamos dar sugestões de restaurates legais e gostosos para comemorar a data. Aproveitem!

 

Dudu Camargo

 

Foto: Thiago Rodrigues

O chef Dudu Camargo criou um prato especial, para comer juntinho no almoço e no jantar. No Dudu Camargo Bar Restaurante (303 sul), Your’s (QI 11 – Lago Sul) e Cantina Italiana Unanimit (408 sul) os casais poderão saborear o sugestivo Dueto da Sensualidade (Camarão grelhado passado na farinha de amêndoas com molho de queijo brie e gengibre e dados de filé grelhado com caldo de ostra e molho de sorvete de chocolate meio amargo com pimenta dedo-de-moça, acompanhados de risoto de frutas vermelhas e couli de manjericão – R$119,00, serve duas pessoas).

 

Foto: Thiago Rodrigues

Já no Da Noi (Hotel Golden Tulip Brasília Alvorada), a boa pedida é o menu exclusivo, também criado por Dudu, que estará a disposição dos casais, tanto para o almoço quanto para o jantar, no sábado (11/06) e domingo (12/06), ideal para quem quiser antecipar as comemorações (R$90,00 por pessoa ou R$210,00 por casal incluso espumante Casa Valduga). Confira o menu:

  • Entrada: Cuscuz marroquino afrodisíaco com frutas secas, castanhas, canela, gengibre e pimenta dedo-de-moça ou Crepe de salmão ao molho de camarão e endro dill.
  • Prato principal: Filé ao molho de chocolate com pimenta acompanhado de risoto de frutas vermelhas ou Filé de peixe ao molho de gengibre acompanhado de risoto de camarão e aspargos ou Involtini de frango recheado de mussarela de búfala com fettuccine ao molho de amêndoas.
  • Sobremesa: Crostata de maçã e cardamomo com sorvete de tapioca ou Sopa de chocolate ao creme de mascarpone e morangos marinados com amarula.

 

DUDU CAMARGO BAR RESTAURANTE
Horário de funcionamento: 12h a 0h
Endereço: SCLS 303 Bloco A Loja 3
Telefone: (61) 3323-8082
Horário de funcionamento Dia dos Namorados: 12h a 0h

 

CANTINA ITALIANA UNANIMITÁ
Endereço: SCLS 408, bloco C, loja 25
Telefone: (61) 3244-0666
Horário de funcionamento Dia dos Namorados: 12h a 0h

 

YOUR’S
Endereço: SHIS QI 11 Bloco I loja 16/40/46 – Deck Sul
Telefone: (61) 3248-0184
Horário de funcionamento Dia dos Namorados: 12h a 0h

 

DANOI
Endereço: SHTN- Trecho 1, cj.B. Hotel Golden Tulip Brasília Alvorada Hotel.
Telefone: (61) 3429-8100
Horário de funcionamento Dia dos Namorados: almoço e jantar

 

4 Doze Bistrô


No 4 Doze Bistrô (412 sul) o fim de semana será dedicado aos enamorados: a comemoração do Dia dos Namorados começa na sexta-feira (10/06) e vai até domingo (12/06). Além de contarem com ambiente aconchegante, romântico com iluminação intimista a luz de velas e decoração especial, os casais poderão saborear menu diferenciado criado pelo restauranter Daniel Vieira e pela restauratrice Daisy Vieira exclusivamente para ocasião.

Na sexta-feira (10/06) e no sábado (11/06), no jantar, além de contarem com tradicional cardápio la carte da casa, os apaixonados poderão degustar um saboroso menu composto por uma entrada, dois pratos principais e uma sobremesa (R$148,00 por casal). Já no domingo (12/06), no jantar, a casa oferecerá somente o menu especial mediante reserva (o cardápio la carte não estará disponível). Confira o menu:

 

Entradas (o casal deverá escolher uma das duas opções para degustarem juntos):

  • Carpaccio de carne com molho de mostarda, limão, aliche, parmesão e rúcula acompanhado de torradas.
  • Pannequete de berinjela: delicioso recheio de ricota, iogurte, nozes envolvidos por fatias grelhadas de berinjela, coberto com molho pomodoro caseiro. Acompanha torradas com azeite de ervas.

Pratos principais (cada um poderá escolher o prato de sua preferência):

  • Polpetone de picanha recheado com dois queijos acompanhado de purê de mandioquinha.

    Foto: Daniel Gurgel

  • Camarão flambado no whisky com molho cítrico e anis estrelado acompanhado de risoto de alho poró com Grana Padano.

Foto: Daniel Gurgel

Sobremesa (o casal deverá escolher uma das duas opções para degustarem juntos):

  • Espuma de uva com calda de Malbec.
  • Fondue de brigadeiro com licor de amêndoas acompanhado com as seguintes frutas:morango, damasco, abacaxi e kiwi.

    Foto: Daniel Gurgel

 

Os apaixonados ainda poderão contar com o cardápio musical. Trata-se de uma seleção musical onde o cliente tem a opção de escolher uma seqüência de quatro músicas para serem tocadas enquanto saboreiam as delícias. São vários estilos: MPB, jazz, rock…São mais de 2.000 músicas.

4 Doze Bistro:
Endereço: 412 sul Bloco C Loja 03
Telefone: (61)3345.4351
Horário de funcionamento: segunda a sexta-feira das 12h s 15h e das 18 a 0h, sábado e domingo de 12h a 0h

Belini

A Belini Pães e Gastronomia (113 Sul) preparou menus especiais para dar o toque de sabor e romantismo altura que o momento pede, com programações para os dois ambientes (varanda e restaurante piso superior) que a casa abriga durante todo o fim de semana dos namorados.

Na noite do dia 11/06, o renomado chef Renato Ialenti criou pratos para despertar ainda mais a paixão, que serão servidos no Belini Il Ristorante (parte superior do casa) e também na varanda.

Entrada

Antepastos mistos com oito opções para o cliente experimentar (R$16 – por pessoa): Muffins de queijo pecorino; Lâminas de presunto de Parma; Berinjela recheada com ricota e tomate; Brusqueta de tomate com manjericão; Brusqueta de abobrinha com berinjela; Fritada mista com erv as aromáticas; Lâminas de queijo gouda; Supli de bacalhau.

Prato principal

São quatro delícias para agradar a todos os paladares: Risoto de presunto de Parma com abóbora e queijo parmesão (R$ 38 – individual); Lasanha de queijo taleggio recheada com berinjela ao creme de pimentões coloridos (R$ 35 – individual); Nobre filé mignon recheado com cogumelos Porcini ao perfume de trufas negras acompanhado de risoto de parmesão (R$ 54 – individual) e Filé de robalo ao Mediterrâneo com finos tomates cerejas, azeitonas pretas e alcaparras (R$ 47 – individual).

Sobremesa

Coração de chocolate (chocolate belga em formato de coração ao creme de frutas, R$ 18 – individual), Mousse de morangos com calda de frutas vermelhas silvestres (R$ 13,50 – individual) ou Bonet de chocolate e amêndoas (mousse de chocolate com amêndoas recheado com creme inglês, acompanhado de sorvete de creme R$ 16,00 – individual).

Para o dia 12/06, em que se comemora oficialmente a data, os apaixonados podem começar o domingo juntinhos.

Café da manhã

Buffet de café da manhã especial servido na varanda (R$ 25,90 – por pessoa).

São pães, bolos, biscoitos, brioches, cupcakes, mini sanduíches, croissants variados, madeleines, petit four, focaccias, casadinho, macarrons de morango e de chocolate, muffins variados, mini quiches, mini tarteletes, woppie de chocolate, rosquinhas, folhados, brigadeiros gourmet, beijinhos, frios, frutas, entre outros. Tudo isso brindado com uma bela taça de champanhe, cortesia da casa.

Almoço

Serão duas opções. O Belini Il Ristorante conta novamente com o cardápio de namorados oferecido na noite anterior. Já o espaço da varanda traz um Buffet exclusivo (R$ 35 – por pessoa) preparado para um momento de descontração dos casais.

Saladas (Carpaccio de palmito pupun ha com vinagrete; Cuscuz marroquino com vegetais, castanhas e frutas tropicais; Ratatouille com pesto de manjericão, Salada Rossini – afrodisíaco; Penne com aromas do mar; entre outras)

Guarnições (Farfalle com alho poró, vodca e presunto cru; Gateau de berinjela e alcachofra; Risoto de parmigiano ao funghi e pancetta; Brandade de bacalhau; etc)

Carnes (Filé mignon au poivre; Escondidinho de camarão; Co steleta de cordeiro com rôti e especiarias; Filé de pescada em crosta de shitake e macadâmias; Peito de frango gratinado ao creme de catupiry; Baby beef brasileira) e, para completar

Sobremesas (Bolo de noiva pernambucano; Frutas flambadas com especiarias; Pêra rósea ao vinho tinto; Estrogonofe de nozes; Pavê de sonho de valsa; Flan de morango com casca de laranja cristalizada; entre outras).

 

 

Belini Pães e Gastronomia
Endereço: SCLS 113 Bloco D Loja 36
Telefone: (61) 3345.0777
Horário de Funcionamento
Dia dos Namorados:
Sábado Jantar la carte Varanda: 19h 0h30
Sábado Jantar la carte Belini Il Ristorante: 19h 0h30
Domingo Almoço la carte Belini Il Ristorante: 12h s 16h
Domingo Buffet café da manhã varanda: 7h s 11h
Domingo Buffet almoço varanda: 11h30 s 16h

 

 

Fonte: Destak Comunicação – (61) 3345.8906

Veja Brasília Comer & Beber 2011/2012 – Premiação

Dia 26/05 foi a festa de premiação da Veja Brasília Comer & Beber e o Devorando esteve lá. Fui convidada pela Veja, para fazer parte do juri na categoria comidinhas.

A festa foi ótima! o buffet, Renata La Porta, claro excelente. Garçons simpáticos e muito prestativos. Comida (camarão, camarão, camarão) vontade e bebida também. Foi uma noite muito agradável. Parabéns Veja e vencedores. Obrigada pelo convite!

 

Comidinhas

Bares

Restaurantes

Fonte: Veja Brasília Comer & Beber

Babel

 

Fomos convidados para o jantar de reabertura do Babel. Desde 2003 estava sob o comando do chef William Chen Yen e a partir de março passou para o Chef Brasiliense Diego Koppe. O restaurante foi totalmente reformado. Do cardápio cozinha. E estivemos lá para conferir!

Assim que chegamos fomos recebidos pelo simpático e muito atencioso, Juan, o assessor de imprensa do Chef. Ficamos numa mesa em frente a porta, o que nos deu visão geral da casa. Muito bonita por sinal. Um lugar bem elegante, intimista e super aconchegante.

foto: Guilherme Teixeira

Fomos recepcionados com uma taça de espumante, um Pericó Brut Branco, Santa Catarina-Brasil. Logo veio o Couvert, em dias normais de funcionamento é por conta da casa, assim com uma jarra d’água. Uma delicadeza com o cliente.

O couvert estava delicioso, apesar de achar que a manteiga de ervas poderia ter mais sabor.

Logo depois veio o primeiro Amuse-Bouche, algo para “entreter” a boca, preparando o paladar para o próximo prato. Uma lula com aspargos ao molho branco com vinho. Delicious!!!! A lula estava perfeita, super macia.

Amuse-Bouche: Lula com aspargos

O paladar ficou de fato preparado para o prato seguinte, o carpaccio Babel, um carpaccio de camarões e polvo. Foi harmonizado com o vinho branco chileno La Joya Gewürztraminer, 2009. Neste prato entrou a cozinha molecular. Os camarões e polvo unidos como se fossem uma carne só, graças Transglutaminase que tem o poder de juntar e não mais descolar carnes mesmo depois de congeladas e/ou cozidas. Por cima um molho maravilhoso de camarões rosa e finalizado com tiras de gelatina de Martini feitas com agar-agar. Ousado e incrível.

Carpaccio Babel

Após a entrada novamente um Amuse-Bouche. Desta vez um creme de abóbora com um toque de balsâmico. Super suave, cremoso e muito bom! Deu vontade de repetir!

Creme de abóbora

Então, chegou a hora do principal: o Double Cotte. Um medalhão de filet mignon envolto em pancetta servido ao molho de vinho tinto, batatas assadas aromatizadas com alecrim e por cima flor de sal e ovo poché. O medalhão estava divino e o ponto estava perfeito. A batata estaria mais gostosa se tivesse mais manteiga e sal. O prato foi harmonizado com o tinto Valpolicella Classico Superiore DOC, 2006.

Double Cotte

Bem, como a Stella não gosta de carne conversamos com o Juan que prontamente conduziu o Chef nossa mesa. O Chef deu várias sugestões. Ponto para eles! E no lugar do filet mignon veio um Atum ao molho de laranjas bem intrigante.

Após as surpresas e mimos chegou a hora da sobremesa, ops! mas antes o Amuse Bouche da sobremesa. Um creme azedo com redução de vinho tinto e raspas de laranja. Hummmm muito muito bom!

 

Redução de vinho e creme azedo

A sobremesa foi feita ao vivo e é assim que o Chef continuará fazendo. Uma forma de estar perto do cliente. Koppe Nitro, Uvas congeladas no nitrogênio servidas ao creme de vinho branco. Bem diferente e maravilhosa. Amamos uvas geladas!!!

A sobremesa foi harmonizada com o estupendo vinho Húngaro Tokaji Aszú Puttonyos, 2000.

Após a sobremesa ainda ganhamos uma trufa de comer de joelhos. Eu que não sou muito fã do doce, amei!

 

Trufa

Pedimos o café para encerrar e veio outra surpresa. Não é uma graça? Amei todo o cuidado e atenção que o Chef teve em preparar tudo… Espero que continue assim! Os clientes amam ser mimados e o Babel está aí para isso!

 

Café e petit four

O restaurante também faz porções reduzidas e não cobra rolha! Claro, desde que não tenha o vinho em sua carta. Tem opções para celíacos, diabéticos e vegetariano. O cardápio é bem honesto e diversificado. Vale a pena conferir!

Os Amuse-Bouches sempre serão servidos antes dos pratos pedidos. O Chef estará sempre pelo salão, a interação com o cliente será grande. O restaurante ficou lindo e o Chef é muito talentoso. Agradecemos o convite, foi uma noite maravilhosa. Gostamos muito e pretendemos voltar!

Onde fica?

Babel
CLS 215 bloco A loja 37
Telefone: (61) 3345-6042

Já foi? O que achou?

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 8.3/10 (9 votes cast)

Dudu Camargo Bar Restaurante

Voltei.

Eu não escrevia aqui há inacreditáveis 30 dias. Nada pessoal, o jejum foi de wordpress, de internet, de mim mesma – por motivos acadêmicos para lá de aceitáveis. Só não é aceitável dar o braço a torcer e desistir do desafio que impus a mim mesma: devorar um restaurante de cada quadra de Brasília, de Asa a Asa. Não era esse o plano? Claro, agora ficou mais complicado, pois, com meu sumiço, nossa meta semanal de restaurantes a devorar multiplicou. Tudo bem, eu encaro. Estou faminta. Estava com saudades.

[Ana, MUITO obrigada por cuidar da casa na minha ausência!]

Hoje fomos ao Dudu Carmargo Bar e Restaurante, aquele da enquete do primeiro post do blog (já que o Couvert não conta, era só manual de instruções), e foi como nos velhos tempos. Em meio a pedidos variados, fotos embaraçosas, olhar clínico e paladar afiadíssimo, tivemos um ótimo jantar, com companhia igualmente ótima. Com a Ana, o Márcio, a Adriana e o Guilherme, seguimos para a 303 sul, munidos de câmeras e motivações secretas.

Segundo o Victor, o Dudu Camargo, que não conheço e nunca vi, parece ter especialização em tudo, por mais contraditório que isso possa parecer. E o carnaval gastronômico tem agradado, já que os restaurantes estão sempre cheios.

O Bar Restaurante foi novidade, nunca tinha pisado lá. A primeira impressão foi de restaurante-descolado-legalzinho. E a segunda também.

Dividido em dois ambientes, cujas diferenças são basicamente a decoração, a trilha sonora e a temperatura (que frio faz lá fora!), parece atrair um público variado. Nas mesas ao lado, havia casais, grupos de amigos e uma família com criança – bem menos sisudo do que eu supunha. Nós optamos por uma das mesas internas e eu pude reparar como as conversas eram contidas e, ao mesmo tempo, animadas. Para mim, pareceu perfeito, já que sempre fico com a impressão de que o clima em restaurantes muito silenciosos é tenso e desconfortável.

Chegamos e a mesa estava posta, com taças bonitas e guardanapos cuidadosamente dobrados.

O cardápio chegou em seguida, gigante e recheado. Tinha várias boas opções de pratos, cujos nomes eram suas próprias descrições – simples e objetivo. Uma vez concentrados, escolhemos fácil.

Nosso pedido

Pedimos couvert, duas opções de frango, duas de carne e uma de cordeiro. Para sobremesa, sopa de chocolate (ok, sopa não é um bom nome para sobremesa) e pudim de leite.

Tempo de espera: esquecemos de contar, mas curto o bastante para não nos darmos conta da demora.

Todas as apresentações estavam ótimas!

O couvert, tão generoso quanto seu preço, estava bom. As cinco ou seis opções de pão foram devoradas com azeite, manteiga e pastas de tomate seco, coalhada, quatro queijos, berinjela e camponata (é isso, Ana?) de legumes.

Meu prato era um filé de frango frito na manteiga com ervas, vinho branco e creme de leite fresco, com nhoque de batata-baroa. Estava muito bom! E, apesar de o frango estar delicioso, destaque para o nhoque de batata-baroa – nada inédito, mas feito com perfeição.

O Victor pediu um filé de frango grelhado, com molho de laranja e arroz oriental, que foi substituído, sem queixas ou lamúrias do garçom, por banana milanesa (ponto para eles!). E o que ouvi dizer é que o frango estava fantástico.

A Ana Paula escolheu um medalhão com molho três mostardas, com arroz cremoso de framboesa. Eu só sequestrei umas duas ou três garfadas do arroz, que me pareceu exótico e gostoso. Eu teria adorado, não fossem as sementes petulantes da framboesa, que se enfiaram entre os meus dentes na primeira mastigada. #fail

A Adriana também pediu medalhão, só que reduzido no vinho tinto e na goiabada cascão, acompanhado de riso al salto de queijo coalho. Desse, só experimentei a rapinha da goiabada, que estava com um gostinho excelente de vinho tinto. Acho que o prato agradou.

foto de divulgação x prato real


E o Márcio e o Guilherme escolheram a opção do Brasil Sabor, paleta de cordeiro desossada ao molho pomar e tangerina, acompanhado de arroz com cogumelos frescos. Dadas as circunstâncias, carne e fungo, passei longe. E, de longe, não ouvi nenhum comentário, efusivo ou depreciativo.

O suco de manga e o vinho Argento (Malbec de Mendoza), pelo que disseram, estavam bons e o atendimento foi rápido e cordial.

E as sobremesas estavam lindas. Quanto ao sabor, não sei direito, experimentei pouco, pois já estava mais que satisfeita (leia-se: tinha comido demais).


Se eu gostei? Oh, yeah! Apesar de nenhuma das minhas frases ter sido “foi o melhor… que eu já comi”, voltaria lá, só para me certificar de que o “melhor” não estava escondido entre as outras opções do cardápio.

Nossa conta

R$452,32
(R$75,38 por pessoa)

Onde fica?

Dudu Camargo Bar e Restaurante
SCLS 303 Bloco A Loja 3
(61) 3323-8082
segunda a quinta das 12 s 15h e das 18 0h
sextas e sábados das 12 1h
domingos das 12 s 17h
120 lugares

Já foi lá? O que achou?

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 8.8/10 (5 votes cast)

Veja Brasília – Comer & Beber 2011/2012

A revista VEJA BRASÍLIA Comer & Beber chega s bancas na segunda quinzena de maio e premia com uma grande festa os destaques da gastronomia local.

No próximo dia 26 de maio será lançada a edição 2011/2012 do especial VEJA BRASÍLIA Comer & Beber, o mais completo e qualificado roteiro de gastronomia da região.

Cerca de 800 convidados (entre eles os representantes dos estabelecimentos indicados, empresários, publicitários e personalidades locais, além da equipe de VEJA) vão participar do evento de lançamento, no CENTRO DE EVENTOS E CONVENÇÕES BRASIL 21.

Na ocasião, serão entregues os prêmios aos melhores de cada categoria apresentada no guia: Restaurantes, Bares e Comidinhas, em 30 especialidades diferentes. O evento, que tem o patrocínio da BOHEMIA e do BANCO DO BRASIL, apoio nacional da TRAMONTINA e do CAFÉ 3 CORAÇÕES e apoio regional da NEXTEL e IGUATEMI BRASÍLIA integra-se ao calendário turístico da cidade, com uma premiação esperada pela região, que é um dos principais pólos gastronômicos do país.

VEJA BRASÍLIA Comer & Beber elege os melhores restaurantes, os bares mais badalados e as mais deliciosas opções de comidinhas.

A edição 2011/2012 reúne uma seleção de cerca de 500 endereços. Uma equipe de jornalistas percorre a cidade, fazendo um levantamento detalhado dos estabelecimentos.

Simultaneamente, as casas de maior destaque são apontadas por um júri de especialistas formado por trinta personalidades – gourmets, empresários e profissionais liberais, além de pessoas ligadas cultura e sociedade brasiliense, todos apreciadores da boa mesa e com capacidade para desempenhar a tarefa solicitada por VEJA.

Trata-se, portanto, de uma revista feita por quem conhece Brasília e sabe indicar o que há de melhor na cidade.

As especialidades que fazem parte da premiação 2011/2012 do especial VEJA BRASÍLIA Comer & Beber são:

Restaurantes: Brasileiro, Carne, Cozinha contemporânea, Francês, Italiano, Japonês, Natural, Peixes e frutos do mar, Pizzaria, Variado, Carta de vinhos, Restaurante Revelação e Chef do Ano.

Bares: Boteco, Carta de drinques, Cozinha, Música ao Vivo, Para ir a dois, Para Paquerar e Bar Revelação.

Comidinhas: Café, Creperia, Doceria, Empório Gourmet, Frozen yogurt, Padaria, Salgado, Sanduíche, Sorvete e Suco.

Fonte:Tríplice Comunicação

Filé à parmegiana

Essa é uma receita simples, porém muito especial e sempre faço para os encontros em família. Pode ser feita tanto com filé mignon ou filé de frango. Mas sempre faça com molho de tomates naturais. Fica muito mais gostoso!

Filé à parmegiana

Ingredientes

Para o filé

600gr de filé mignon cortado em bifes
3 dentes de alho
Sal
Pimenta do reino
150gr de farinha de trigo
150gr de farinha de rosca
2 ovos
Óleo de soja para fritar

Para o molho de tomates

1,5kg de tomates sem pele cortado em cubos
4 dentes de alho
1 cebola picada
Manjericão
Orégano
Tomilho
Azeite
Sal
Pimenta
Água ou caldo de legumes

200gr de queijo muçarela ralada

Modo de preparo

Tempere os filés com o alho, sal e pimenta a gosto. Passe-os na farinha de trigo, em seguida nos 2 ovos batidos e temperados com sal e pimenta e depois na farinha de rosca. Frite-os em óleo quente até dourar. Reserve.

Em uma panela coloque a cebola picada e o alho para dourar. Acrescente os tomates picados, pimenta, sal e as ervas. Deixe ferver um pouco e acrescente água ou caldo de legumes até cobrir os tomates. Deixe ferver por 30 minutos mexendo de vez em quando.

 

Em uma travessa coloque os filés fritos,� por cima coloque o molho de tomate e o queijo ralado.

Leve para gratinar em forno 180ºc por cerca de 20 min.

© Devorando Brasília 2011 | por Stella Alves e Ana Paula Passos